11.8.14

Destino de Agosto : Munique!


Munique é uma cidade lindíssima. Já visitamos a cidade diversas vezes. Temos uma certa ligação com a cidade: minha cunhada já morou lá durante anos, visitamos a Oktoberfest algumas vezes, já fiz cursos, tenho amigas queridíssimas por lá e...  é a cidade do time do coração do Schatz, O Bayern München!!

Esse último final de semana, fizemos um bate e volta por lá. O motivo foi único: ir ver a apresentação do time do Bayern para a nova temporada!!

Todos os anos, o time e os patrocinadores organizam um evento beneficente para apresentar o time, as novas aquisições, mostrar aos fas como é o treino dos profissionais e no final sempre tem um jogo dos All Stars(jogadores antigos que fizeram história no time do Bayern).

Aí, sabe aquelas coincidências que a vida nos proporciona? Fui a uma festa esse ano e, lá conheci uma mulher que trabalha num dos patrocinadores do time e, papo vai, papo vem ela me contou sobre esse evento. E descobrimos que temos maridos que tem o mesmo nome e são fanáticos pelo mesmo time de futebol!! E nessa, ela me ofereceu gentilmente ingressos para esse super evento!! Inacreditável, não?
Quando ela falou isso, eu não pude deixar de aceitar. Só pensei na felicidade do Schatz quando eu contasse!!!
Ele é um cara super companheiro, tem me acompanhado em praticamente todas as corridas longas que faço, torce por por mim, me acompanha durante o trajeto... Eu não poderia deixar de dar essa alegria pra ele!
Apesar de ser super fan, ainda não tínhamos tido a oportunidade de ir pra lá e conhecer no "novo" estádio(ele foi construído para a Copa do Mundo aqui em 2006!) e, ele sempre teve muita vontade de ir mas, conseguir ingressos para jogos bons é extremamente difícil!

Entao, sábado de manha, com malinhas empacotadas, rumamos sentido Munique. Dessa vez não foi uma viagem light. A semana foi super pesada pra nós dois e, levantar super cedo num sábado ensolarado não estava bem nos planos. Pra completar, é época de férias escolares aqui na Alemanha e, muitas, mas muitas pessoas estão rumando direção ao sul pra aproveitar os dias. Não preciso nem contar o mega trânsito que pegamos, né?



Mas chegando próximo ao estádio, o transito foi se acumulando apenas para quem iria estacionar lá e, seguimos tranquilamente em direção ao nosso hotel. Desta vez, planejei super bem nossa estadia. Olhei no site do Bayern e descobri que o acesso de metrô ao estádio estava bloqueado por conta de obras na linha e, teríamos que pegar um ônibus expresso. Pra evitar deslocamentos desnecessários, procurei um hotel que estivesse no caminho do estádio. Optei por um Ibis, que era na cara do metrô e, ainda super próximo ao Englischer Garten, que é um highlight da cidade!
Eu nunca tinha me hospedado num Ibis, por incrível que pareça. Fiquei satisfeita com o hotel. Ele realmente corresponde aos objetivos: é um hotel relativamente barato, simples, sem muitos luxos mas confortável e com boas conexões. Atendeu aos minhas expectativas!

Depois de instalados, partimos em direção ao estádio e a festa que sempre envolve esse tipo de evento. A festa era caracterizada por ser uma festa familiar e, o local estava cheio de crianças curtindo a mágica que envolve o mundo do futebol. Tinha atracões para pequenos e grandes, comidas, bebidas, brincadeiras, uma barraca grande da Lego e para os papais e mamães, cerveja  e monitores que distraiam as crianças.

No estádio encontramos diversas possibilidades para comer. Mas tudo junk food: sanduíches, curry wurst, lingüiças, cachorro quente, batata frita... E cerveja, muita cerveja....

A apresentação foi muito legal. Os novos jogadores, a equipe técnica, a emoção das crianças que acompanham os jogadores na entrada do estádio, e por último os jogadores que foram tetracampeões do mundo na Copa do Brasil. Foi muito 10!

Logo após veio o treino dos jogadores e, todos tiveram a oportunidade de ver os jogadores bem de pertinho!



Com o treino finalizado, veio o jogo do Bayern All Stars contra o time do Manchester All Stars.
 

Foi super interessante ver os jogadores da velha guarda, alguns com mais de 60 anos, ainda batendo um bolao! Sem contar que o estilo do futebol é totalmente diferente do atual. Bárbaro!
O jogo nao terminou como esperado pro Bayern, 3x3 foi o resultado final!

Depois de tantas emoções, terminamos nossa noite, como esperado para um cidade como Munique, num Biergarten!!!













4.8.14

We own the night Amsterdam


Eu ando uma verdadeira "Maria medalha"! Não posso ouvir falara de uma competição q ganha medalha, q lá estou eu!!! Kkkkkk
A Nike organizou uma série de corridas femininas em várias cidades européias. E, para as meninas q participam do Club der Töchter uma promoção para participar delas no pais de origem. A daqui foi em Berlim, bem no dia da meia de Luxemburgo. Eu fiquei um pouco frustrada. Queria muito participar. Decidi tentar procurar em outras cidades aqui próximas e, dei sorte! Ainda tinham corridas em Amsterdam e Paris!
Como Paris já está virando um lugar comum pra correr, decidi ir pra Amsterdam. Seria também uma oportunidade praticar um pouco da má impressão que a meia deixou em mim desde outubro.
Me organizei por aqui e, lá fui o Schatz e eu pra Amsterdam.
Bom, não me organizei o suficiente. Saímos muito tarde daqui e, metade dos meus planos tiveram q ser reorganizados. 
Fomos primeiro para o hotel. Eu não fazia muita idéia do que me esperava por lá. Quando fiz a reserva, a cidade estava lotada e, com loucas opções no bairro onde eu queria ficar. Aí apareceu no site uma tal de "opção surpresa". Vc consegue ver onde é o hotel, as facilidades, o nr de estrelas mas, não vê o nome e nem o endereço! Vc só recebe as informações após efetuar a reserva. Analisei, pensei e repensei e vi q não tinha muito a perder: era um hotel 4 estrelas, próximo ao estádio Olímpico, em frente a um canal(q sempre dá uma super atmosfera a Amsterdam), próximo ao tram e o preço era imbativel. E ao chegar lá, percebi que valeu muito a pena!!! O quarto era grande, espaçoso, super limpo e confortável, com o bar/restaurante em frente ao canal! Tudo de bom!

De lá, pegamos nossas bolinhas térmicas e fomos direto pra o Vondelpark. Sempre que passava por lá, já me via deitada naquela grama, curtindo um sol com o Schatz, fazendo um piquenique. Não tem nada mais europeu do que esse tipo de programa no verão! E lá fomos nós curtir! Foi uma delícia! E mega engraçado. 
O parque estava super cheio, mas arrumamos um bom lugar na grama para esticar nossa toalha. O detalhe atrás da gente o pessoal tava fazendo churrasco (alarme: cabelo defumado!), nas laterais o povo tava fumando maconha e meia hora depois, chegou uma mega turma e sacaram dois shishas e aromatizaram o ar com hortelã e outros cheiros adocicados. A nós, q nada fumamos, restou deitar e deixar os cabelos e roupas defumarem com os mais variados aromas e causar furor na moçada com a nossa garrafa de champanhe! Kkkk


Terminado nosso piquenique, fomos ao centro buscar meu kit de corrida. A loja da nike estava toda preparada pra receber a mulherada! O kit era bárbaro! Além da bela camiseta, ganhamos uma água de coco, e duas pulseiras para acessar o estádio Olímpico.



 






A Village foi super bem organizada! Ninguém entrava sem a pulseira e lá, o paraíso: Lounge com poltronas e Fatboys para relaxar, massagem, Cabelereiro, Bar, dj e a Vogue holandesa estava fotografando as meninas! Acho que foi uma das corridas que o Schatz mais gostou de me acompanhar. A música eletrônica rolava solta e, cerveja disponível!



A largada da corrida atrasou um pouco, pq eles fizeram questão de começar quando realmente anoiteceu! Foi emocionante! Eles montaram um palco mega iluminado para os djs e, o aquecimento foi comandado por vários treinadores e dançarinos, que animaram muito a galera!

A corrida foi eletrizante! 10km passando por vários pontos bacanas de Amsterdam: Vondelpark, Reijksmuseum, a rua dos bares. A galera na rua incentivou muito as corredoras e, a organização reservou uma surpresa para as meninas: no Vondelpark(onde passamos duas vezes: ida e volta), eles montaram um mini palco e posicionaram 8 go-go boys pra animar as meninas!! Muito divertido! E por ser uma corrida feminina, os meninos nas ruas não economizaram elogios às corredoras: desde beautiful, gorgeous até "do you wanna mary me?". Awesome!

Terminou onde começou, lá na Village no estádio Olímpico com uma mega festa, medalhas especialmente feitas para ao evento (correntinhas feitas por designeis holandeses) e uma gorda bolsinha de finisher. 

O passeio valeu muito a pena. A super atmosfera de Amsterdam, com esse super evento da Nike e encontrar com amigos no dia seguinte. Amsterdam sempre me dá motivos para voltar!!





30.7.14

Como a corrida entrou na minha vida para ficar!





Sempre curti praticar esportes. Desde a época da educação física escolar, acredita? Me lembro das minhas colegas inventando todas as desculpas possíveis e imaginárias para não participar das aulas.

Eu não conseguia entender. Teve uma época, que depois do exame médico escolar anual, o médico ouviu um sopro no meu coração durante o exame. Fui obrigada a para de fazer as aulas até q tudo se esclarecesse. Aquilo foi tão difícil pra mim: ver o pessoal jogando, se movimentando e eu ali sentada só olhando...Ainda bem q tudo se esclareceu e, eu consegui voltar as amadas aulas.

Durante a faculdade, deu pra experimentar ainda mais: atletismo, ginástica olímpica, futebol, natação... Mas, vai saber o porque, perdi o interesse nos esportes competitivos. Pra mim, ganhar não era o importante. 

O caso é que sempre fui uma mulher de paixões e doida pra experimentar de um tudo: basquete, handebol, vôlei... Aí veio a época das academias virarem moda: aeróbica, step, musculação... Eu fiz tudo e mais. 

Saber o q motiva as pessoas, como o corpo trabalha, a ciência atrás do movimento se tornou muito mais interessante. E aí me dediquei muito aos estudos, pesquisas e consegui aliar isso à prática durante os meus estágios e na vida profissional. 

Pratiquei musculação, trabalhei muito com a avaliação física, iniciei os trabalhos de personal... E com eles vieram as novas modalidades: Pilates, yoga, treinamento funcional, corrida...


Eu corria mas, nada sério até que vieram os desejos dos alunos de participar de competições e os treinamento se intensificaram. E a cada km q passava, a paixão aumentava. E assim começaram a vir a primeiras competições, os objetivos foram aumentando, até o dia q o tema meia maratona surgiu. Seria possível, correr 21,094km? Claaarooo!! E a primeira meia aconteceu em mar/13 aqui em Frankfurt.

Disso tudo sabe o que é mais engraçado? Sempre antes de grandes desafios, tive baixas de saúde. Antes da minha primeira meia, tive um contato intenso com um gato persa(sim, tb sou mega alérgica a gatos!) dois dias antes.
Isso acordou na hora minha asma. E mesmo assim, lá fui eu correr!
O mesmo aconteceu em Amsterdam, em Paris, em Luxemburgo... E eu nunca desisti.

Desconfio que encontrei nessa atividade um amor pra eternidade....